Music of the night #18

Cosmic Jesus – Forfun

“Ah, que maravilha é ver
Eu e minha tribo
Tranqüilidade, só lazer
Prevalece o amor

Nos olhos da ciência que desvenda a alegoria
Soam os tambores em anúncio à boa nova
Impávido diante do que não se conhecia
Avança no sendeiro o homem forte a cada prova
E quando sofre a alma nessa casa de argila
Há num mergulho de olho aberto a mão amiga que conduz
Do cosmonauta que avisou:
“Cada um carrega a sua cruz”

Onisciente, o poder inteligente que rege a confusão com harmonia
Basicamente as plantas,
Os animais e a gente desvendando a alegoria
A boa nova é só alegria, porque de tudo em volta consciente medita meio monge meio sábio
Presente no tempo presente o espetáculo,
ao invés do vazio e do vácuo

Porque são várias as cruzes, mas é só um amor,
Que lança a sua luz
Morre na fila do sus o tal do cósmico jesus
Motosserras abrem clareira, tribo cercada pelo garimpo
Extração ilegal de madeira, tá limpo!
Um benefício à beira do precipício
Atitude na latitude, entre games e bolas de gude
Sabe desde o início: alma, corpo, espírito, mente
Sua jornada diligente faz valer o sacrifício
É isso…”

Letra completa

PS.: Nunca foi tipo fã de bandas assim, mas no momento que vi esse clipe na tv me apaixonei pela música, ela tem uma pegada diferente, e de alguma forma um conteúdo, crítica social leve e tão coesa com a batida da música. 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s